Writing Um blog. Viagem, diversão, cultura, curiosidades, dia-a-dia. Papo à toa.


Usando o Dojo como ferramenta de projetos

otavio publicou em 25/10, 03:36 hs , e editou pela última vez há mais de 3 anos atrás.

Recentemente contamos com a consultoria da K21 para mudar a forma como desenvolvemos para nosso portfólio de projetos. Um dos processos que implantamos, como sugestão da consultoria, foi o Dojo .

O Dojo tem como objetivo a reunião de grupo de desenvolvedores com foco nas boas práticas de desenvolvimento. Dentro da visão de gerenciamento de projetos, estamos usando o Dojo para:

  • Difusão de bons padrões de programação
    • que gera qualidade de código do desenvolvedor, difunde os critérios de aceitação e diminui o número de correções;
  • Funciona como uma ferramenta para ensino de regras de negócio
    • que gera reflexos no time como maior capacidade de análise do time e;
    • sugestões para melhorias nos projetos ou para melhor definição de funcionalidades
  • Motivação do time
    • Programador de verdade gosta de aprender e evoluir sempre
  • O time fica mais coeso e amigo
  • Aumento de produtividade do time no longo prazo

Vou colocar algumas regras para depois discutir o porquê de cada uma. Estamos em constante evolução nesse aspecto, essa é a terceira versão dessa lista:


(continua...)

Ótimos programadores são pessoas auto motivadas

otavio publicou em 15/08, 04:12 hs , e editou pela última vez há mais de 4 anos atrás.

Muitas vezes estive a frente de projetos de capacitação de desenvolvedores. Meu trabalho era, não só de definição de planos e metas, mas sim de guiar o desenvolvimento pessoal dessas pessoas.

Algumas vezes, não foram poucas, falhei. Poucas por serem pessoas de pouca capacidade. Algumas vezes esbarrei em problemas relacionados a lógica e a pouca compreensão de regras de negócio (algo, para mim, fundamental a um programador).


(continua...)

O que podemos aprender com Han van Meegeren?

otavio publicou em 15/08, 03:48 hs , e editou pela última vez há mais de 4 anos atrás.

Há alguns anos, talvez 5, li um livro muito interessante chamado Eu fui Vermeer. A fantástica e real história de Han van Meegeren, que faturou até o final da 2ª guerra mundial us$50 milhões criando falsificações de quadro do pintor holandês Johannes Vermeer. Um resumo dela pode ser visto nesse vídeo.

O julgamento de Van Meegeren

Bom, o que essa história tem a ver com tecnologia? Nada. Mas tem a ver com inovação. E com marketing, produtos, com certeza.


(continua...)

Bill Gates - o empresário

otavio publicou em 05/12, 02:16 hs , e editou pela última vez há mais de 5 anos atrás.

Não se pode ignorar Bill Gates. Isso é um fato. Além de ser o homem mais rico do mundo, ele é, para mim, uma grande definição de empreendedor.

Alguém que fará tudo a seu alcance para dar certo. E lendo as frases desse post da Business Insider vejo muitas coisas que realmente acredito como profissional.

As frases sobre:

  • Dizer a verdade a seus empregados rapidamente para não perder tempo
  • Aprender com seus clientes insatisfeitos
  • Justiça e
  • Fracasso

São realmente próximas de como eu vejo a vida profissional.

if(typeof jQuery == 'undefined'){ document.write("