Writing Um blog. Viagem, diversão, cultura, curiosidades, dia-a-dia. Papo à toa.


Esqueci que o meu home estava encriptado com o ecryptfs. E agora?

otavio publicou em 13/11, 01:58 hs , e editou pela última vez há aproximadamente 1 mês atrás.

Uso Linux há cerca de 15 anos. Meu notebook só tem Linux desde o Ubuntu 5.04. Nesse tempo (haja tempo), já fiz mais de 20 instalações, mais de 10 upgrades no mesmo notebook, seguramente.

Durante esse tempo desenvolvi alguns protocolos de atualização:

  • Separe o disco /home com vários giga (no meu caso deixo 80Gb no /, 4Gb de swap e o restante fica com o /home)
    • NUNCA formate seu /home. É por isso que mantenho ele separado
  • Nunca esqueça da sua chave SSH!
    • Isso é menos importante se você separa o /home
  • Mantenha um swap pequeno e muito RAM (8Gb pelo menos, hoje em dia).
    • Um swap grande fará seu sistema lento, a não ser que seu disco seja SSD.
  • Sempre faço upgrade formatando o / e instalando do zero
  • Sempre uso o pen drive de boot usando o Live (tks Ubuntu!!!!) para ter certeza de que não há risco de não funcionar meu notebook após a instalação
    • Isso é principalmente importante com notebooks novos
    • Isso é cada vez mais importante porque a capacidade de atualização do Ubuntu é fantástica (mas vai que….)
  • Faça backup do seu /etc
    • Configuração de serviços, hosts, ficam mais fáceis de serem mantidos assim
    • Isso é irrelevante para mim hoje, porque só uso docker para minhas instalações (base, serviço http, …), mas ainda acho uma boa dica, em geral.

Coisas inteligentes à parte, aqui vai mais um pro checklist: não esqueça que seu home pode estar encriptado!


(continua...)

Instalando o Swype no seu Kindle Fire

otavio publicou em 12/03, 04:22 hs , e editou pela última vez há mais de 6 anos atrás.

Esse post é uma versão adaptada desse. Quase tudo foi identico, menos a forma de copiar os arquivos e algumas instruções adicionais.

Atenção: esses comandos não são para amadores. O seu aparelho pode ficar fora de uso se não forem feitos corretamente. O que funcionou para mim pode não funcionar para você. A versão do meu Kindle Fire é 6.2.2

O resultado final pode ser visto na imagem abaixo:


(continua...)

Rooteando o seu Kindle Fire

otavio publicou em 12/03, 03:43 hs , e editou pela última vez há mais de 6 anos atrás.

Rootear o seu Kindle Fire é simples. A melhor forma que eu encontrei foi usando o BuritoRoot3.

Eu usei o Root para poder adicionar o Market e o Swype, mas você pode até, usando o FireFireFire que vem junto com o BurritoRoot3, substituir a ROM por uma ROM customizada do Android 4.0 para Kindle Fire.

Para isso, é necessário que seu Kindle Fire já esteja acessível pelo console, como já descrevi aqui.

O passo a passo oficial é esse.

Bom uso!

Acessando o Kindle Fire pelo adb

otavio publicou em 12/03, 03:14 hs , e editou pela última vez há mais de 6 anos atrás.

Instigado pelo Claudioney, essa semana eu resolvi que tiraria meu Kindle Fire do status de peso de papel e passaria ele para o status de tablet realmente! Sim, porque o modo como a Amazon vende o aparelho torna ele inútil no Brasil (sem acesso a apps, sem acesso a filmes, …).

Então, para isso era necessário rootea-lo, instalar o Market e, para mim, instalar o Swype.


(continua...)

if(typeof jQuery == 'undefined'){ document.write("